Agronotícias

Diferencial de base da soja de Mato Grosso com Chicago volta a patamares negativos

Desde a segunda semana de janeiro a soja mato-grossense vem apresentando diferenciais de base menores que a de Chicago, apesar de os preços estarem atrativos ao produtor. Porém, no ano passado a pouca disponibilidade de soja entre os meses de outubro e novembro fez com que os preços da oleaginosa em Mato Grosso chegassem a valores nunca vistos antes. No último dia 26, o diferencial de base Mato Grosso – CME-Group registrado foi de R$ – 19,11/saca.

A análise é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). Os maiores picos de diferenciais de base Mato Grosso – CME-Group registrados foram no mês de novembro passado, alcançando patamares de R$ 38,97/saca.

A necessidade de soja interna e a pouca oferta fizeram com que os preços aumentassem em Mato Grosso. Por outro lado, os Estados Unidos estavam colhendo a soja nesse período, pressionando os preços em Chicago (EUA), porém com a entrada de soja no mercado interno em Mato Grosso, após a colheita, a diferença de base voltou aos patamares negativos.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)