Agronotícias

Custo de produção de soja em Mato Grosso aumenta 10%, aponta IMEA

A primeira estimativa do custo de produção da soja da safra 2021/22 foi divulgada pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) e trouxe um custo total de produção 10,02%superior ao esperado para a temporada 2020/21. “Os principais fatores que impactaram neste aumento foram os insumos, o arrendamento e o custo da terra, os quais valorizaram devido à alta do dólar e da soja neste ano. Para se ter uma ideia, a primeira previsão do dólar ponderado pela comercialização de insumos está 13,53% acima à do dólar da safra 20/21”, informou o instituto, no boletim semanal da soja.

“Isso foi suficiente para afetar o preço de aquisição de sementes, fertilizantes e defensivos em 9,08%, 9,07% e 10,90%, respectivamente. Já o arrendamento e custo da terra foram influenciados pela alta da soja, que teve como uma das causas o câmbio elevado, além das demandas interna e externa muito fortes. Assim, com mais de 24,00% dos insumos já negociados, a primeira estimativa de custo total da safra 21/22 é de R$ 4.619,74/hectare em Mato Grosso”, conclui o instituto.

O preço da soja disponível no Estado mais que dobrou em relação mesmo período do ano passado. Atualmente está em R$ 172 em média ante R$ 72. Uma pequena parcela de produtores tem soja disponível e vendido no preço recorde atual.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)