Agronotícias

Custo da produção de milho em Mato Grosso aumenta 1,2%

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária divulgou novo levantamento do custo de produção para a safra 2020/21 de milho referente ao mês de junho, em Mato Grosso. Apesar do recuo apontado pelo dólar (na média mensal de junho em relação à maio) os custos para o produtor mato-grossense se mantiveram em alta. Dessa forma, as despesas com a lavoura, como fungicida e macronutrientes, tiveram elevação de 1,20% e 0,33%, respectivamente, em relação ao mês passado.

“Com isso, os custos variáveis ficaram estimados em R$ 2.524,99 saca/hectare, valor que representa aumento de 0,21% ante o último relatório, refletindo o aumento dos insumos. Por fim, para as despesas operacionais o valor apontado foi de R$ 2.885,74 saca/hectare, elevando o ponto de equilíbrio ao produtor para a média de R$ 22,58/saca, avanço de 0,67%, se comparado a safra passada”, conclui o instituto, em seu boletim do milho.

O valor pago ao produtor pela saca aumentou consideravelmente em relação ao ano passado. O milho disponível no Estado fechou a última semana em R$ 31,86 enquanto que, no mesmo período do ano passado, estava em média a R$ 23.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)