Agronotícias

Abate de bovinos nos frigoríficos de Mato Grosso cai 10%

Mato Grosso teve, mês passado, 342,85 mil cabeças de gado abatidas em frigoríficos, quantidade 10% inferior a março. Destas, 53,60% foram machos e 46,40% foram fêmeas, contabilizando os valores de 183,76 e 159,09 mil cabeças, respectivamente. Os dados são do INDEA (Instituto Mato-grossense de Defesa Agropecuária).

“Este resultado já era esperado, devido à configuração dos frigoríficos em Mato Grosso diante da pandemia (pelo menos 6 plantas suspenderam os abates). Ademais, outro dado veio à tona: a demanda chinesa tem sido aquecida e, como se sabe, adquire produtos de animais jovens. Este cenário foi demonstrado pelo maior abate de fêmeas jovens, entre 12 e 24 meses, que foi a única categoria que apresentou aumento nos abates mato-grossenses”. A análise é feita pelo IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária), no boletim da carne desta semana.

“No comparativo mensal, o crescimento no volume abatido de novilhas foi de 3,61%, totalizando 36,19 mil cabeças. Vale ressaltar que foi observado incremento na quantidade abatida somente na região noroeste do estado (+0,54%), que é caracterizada, principalmente, por rebanho de fêmeas e cria”, concluem os analistas.

Só Notícias/Agronotícias (foto: arquivo/assessoria)