Ponto Final

Apoio ao novo fundo

O governo do Estado deve finalizar, esta semana, os estudos para detalhar aos parlamentares o Fundo de Estabilização Fiscal em Mato Grosso que, a princípio, seria temporário, com duração de no máximo dois anos, e reteria recursos dos poderes. “Já temos conversado com o deputado Eduardo Botelho (presidente da Assembleia), que tem nos ajudado nisso. Vamos fechar os estudos para poder apresentar aos Poderes e aos deputados da base, já que precisamos do apoio na aprovação. A ideia é economizar cerca de R$ 500 milhões durante 12 meses”. Taques também disse que 49% da Receita Corrente Líquida está comprometida com o pagamento de dívidas com a União. Apenas este ano, serão quitados R$ 1,2 bilhão dos R$ 7 bilhões devidos por Mato Grosso.