Ponto Final

7% a menos

O secretário estadual de Fazenda (Sefaz), Gustavo Oliveira, detalhou, nesta 3ª, para deputados e demais lideranças, em audiência pública, que a receita bruta do Estado no seguindo quadrimestre foi de R$ 12.6 bilhões. Mas o valor previsto pela Lei Orçamentária Anual foi de R$ 13,6 bilhões e, segundo Gustavo, ficou abaixo do esperado em 7,4%. A maior fonte de arrecadação do Estado continua sendo o Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS). Nesse período, arrecadou R$ 5,5 bilhões, montante menor 5,2%, se comparado com o previsto na LOA/2017, que foi de R$ 5, 8 bilhões.